sexta-feira, 28 de junho de 2013

O Amor? ____ Algo Inexplicável.

 

" O amor é algo inexplicável...sereno,sempre feliz,liberto!"
Um toque na alma,um acalento ao coração!

      AMAR  é estar sempre na beleza da graça, é não sentir-se pressionado à amar.
 É querer olhar em silêncio para este AlGO que amas e entender todos os seus motivos mais desalinhados e incorretos.
É sentir a quentura do abraço,o salgado da lágrima.
Amar é quando o essencial não é MAIS VOCÊ e sim o outro.
O amor não é um sentimento e sim um ESTADO DE ESPÍRITO__e cabe à você perpetuá-lo.
Ainda não sabia que o amor era isso e não aquilo;aquilo que dizem,que supõem por aí.
Ainda não sabia que o amor nada tem a ver com paixão,apesar do amor comportar a paixão,mas a mesma não suporta o amor;que dirá comportá-lo!!!
O amor transforma a vida ,o faz tornar-se uma pessoa melhor,um ser completo.
Traz um aprendizado que não cabem nos livros,mas sim na alma.
 
É transbordante,maravilhoso,surpreendente,acalorado,LIBERTO!!!!
 
*Dani Cristina
Até a próxima;
Sucesso com as palavras.
Um Abraço!

domingo, 23 de junho de 2013

Brasil em Protesto por Um País mais Justo!

     Finalmente estamos em busca  de um país mais justo,uma vida mais digna,um conviver ereto perante uma sociedade que outrora em um passado muito recente manteve a cabeça baixa__me refiro à uma crueldade e uma falta de compreensão e talento para comandar sem combater covardemente idéias das quais nunca deviam ser censuradas,apagadas ou reprimidas.DITATURA foi o nome que se deu à isso!!! Nós só queremos gritar BRASIL com orgulho;não com um orgulho estampado sómente na "cara" ,do lado de fora do corpo.
   Queremos transmitir este amor e este orgulho vindo de dentro,da alma.Não estamos em busca de algo supérfluo,queremos algo tocável e real. REAL resultados! REAL amor por este Brasil tão abençoado por Deus na sua beleza original. Cansamos de ser submissos aos políticos que;infelizmente eu receio estar em sua maioria. Cansamos de comprar remédios que vêem de fora__país estrangeiro___mas que;na verdade foram arrancados à sangue frio em nossas terras já tão sofridas,na maioria das vezes em nossa AMAZÔNIA tão violada na sua inoscência;inoscência esta que não é mais virginal!!!
    Não queremos de forma nenhuma e nem em sonhos ter vergonha de viver no BRASIL amado por um povo que já deu amostras de querer usufluir do  "sol da Liberdade em raios Fúlgidos".Adorável seria realmente obtermos resultados REAIS com essa tão recente  polêmica revolta;agora  EU me refiro aos verdadeiros revoltados PACÍFICOS em prol de uma justiça sem força e sem violência.Aliás a palavra violência nem devia ser mencionada,não combina com a verdadeira intenção do ato.

AVANTE BRASIL!!!
*Dani Cristina
Sucesso com as Palavras;
Um Abraço!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Mãe!



Mãe
Do teu ventre (saí).
No entanto;nunca
Teus olhos (ví)!

Meus lábios; nunca
 tocaram teus (seios),
não sei o gosto do...
Teu leite (materno)!

Não pude fazer manhas,criar pirraças...
Por que não havia ninguém pra mimar,
passar a mão na cabeça...;
acalentar meus (anseios)!

Eu sinto que isso é (eterno).
Vi o mundo através dos olhos de minha (vó);
no entanto não é como você mãe!
__Não o sei de (cor).

Você foi desnaturada!
Não!!!
Talvez angustiada.
__Talvez não.
Você foi assassinada!


*Esta é uma poesia auto-biográfica,minha mãe foi
tirada de mim quando eu apenas tinha três meses de vida!
*Dani Cristina
Obrigada por estar lendo.
Sucesso com as palavras,
Um abraço!

sábado, 15 de junho de 2013

A Primeira Página do Diário de um Mendigo


   Hummm ___como devo começar?___ questiona o mendigo com uma brochura de páginas em branco nas mãos.
     Num gesto brusco tira o lápis de detrás de uma orelha; na outra está o cigarro de rolo. Recosta na parede de tijolos de maneira sentir-se mais confortável, curva os joelhos e observa por um momento a calça imunda e rasgada; abre a brochura e assina na primeira folha  começando a escrevinhar na segunda página.
___Querido diário; me desculpe a intimidade de imediato, mas acho que assim deverá ser depois deste primeiro desabafo. A vida por aqui não tem sido nada boa; mas isso não é novidade sobre o estado de alguém que vive só e indigentemente ao relento. Suas páginas me dão uma confiança amigável para relatar o que vai no âmago do meu ser, na profundidade do vácuo que alarga cada vez mais no meu coração. A esperança não me visita mais e não conto mais os dias; simplesmente sei que eles passam porque vejo o anoitecer e o amanhecer. Suas bondosas folhas me parecem amareladas quando sei que são alvas e novamente me desculpo se não consigo obedecer a precisão das suas linhas que ironicamente parecem embaralhar-se diante do risco do meu lápis trêmulo.
   Pessoas chamadas de cidadãos vão e voltam mas nunca me vêem! Bem;é verdade que vez ou outra alguém de cabeça baixa me lança uma moeda;mas nunca me vêem de fato. Eu gostaria imensamente de saber se realmente sou invisível___ como o cara daquele filme___mas quando questionei não me responderam e eu tive certeza que de que já há tempos deixei de existir para eles.
      Hoje a comida foi farta, migalhas de pão e mistureba de arroz ,um bocado de espinhas de peixe que encontrei no fundo de uma sacola. Amanhã é outro dia; eu poderia lhe dizer que irá ser diferente, sei que não. É nojento relatar,mas agora titubeio entre uma palavra e outra; pois as larvas entre os meus dedos dos pés provocam ferroadas de dor a cada dois segundos. Minha coluna incomoda, sinto a exposição dos meus ossos, o meu olhar está a cada dia mais fundo e longínquo; bem  distante  do que um dia foi.___ Algo atraente em minha face.
   Acredite já fui uma espécie de galã um dia,em um passado recente.
  Já frequentei a chamada "alta sociedade". Dentro desta classificação eu estou na baixa hoje.Baixíssima, inexistente, um ser não identificado;o risco vermelho que exclui o que não era para estar no mapa.
___Este sou EU!
      Outro dia eu me permiti um pouco de aventura... ___Quer saber como foi?
___O frio era de cortar os calcanhares naquela noite ;deitado na esteira sob a marquise eu puxei o cobertor sobre a cabeça, me encolhi o máximo que pude até a posição fetal e tentei me concentrar para dormir, os olhos já estavam ficando pesados, a consciência já ia se esvaindo quando; algo gelado penetrou pelo cobertor encharcando minha camisa e escorrendo pela minhas costelas. Quase instantaneamente os pés esquentaram como se eu os tivesse metidos em um braseiro .
     Algo me alertou.
     Levantei-me deixando o cobertor cair. Só então percebi que este havia se transformado numa imensa labareda flamejante. Olhei mais ao longe e ainda pude ver o sorriso feliz e irônico dos meninos da chamada "alta sociedade" ,fugindo covardemente com a prova do crime em mãos; uma garrafa de álcool. Se aquilo era a chamada "alta sociedade" eu queria estar continuamente abaixo dela.

*Dani Cristina
Obrigada por estar lendo.
Sucesso com as palavras e até mais.
Um Abraço!

domingo, 9 de junho de 2013

(O Por Quê do Porquê)

 
 
" POR QUÊ? " 
 
Se o universo conspira à favor;
[Por quê] todos estão contra?
 
Se o mundo gira ;
[Por quê] estão parados?
 
Se a vida é boa;
[Por quê] muitos querem morrer?
 
Se há tantas terras e casas e mais lugares vazios;
[Por quê] tantos não têem um teto?
 
Se a "política" é ruim;
[Por quê] que;quando experimentam o prazer de "politicar" a
 política da "política" ninguém a deixa jamais?
 
Se ser feliz é melhor que ser triste;
[Por quê] muitos não estão alegres?
 
Se  dá pra viver com pouco;
[Por quê] se corre atrás do muito?
 
Se tomar chá doce é mais gostoso;
[Por quê] o amargo em sua boca?
 
Se sorrir faz bem a alma;
[Por quê] estás sério?
 
Se a música traz movimento ao ambiente;
[Por quê]  aí reina o silêncio?
 
Se o coração convive melhor com a leveza;
[Por quê] está cheio?
 
Se em companhia é melhor que só;
[Por quê] aproveita-se da bondade da solidão?
 
Se pisar no chão firme traz mais segurança;
[Por quê] pisas fora dele?
 
Se viver sem "se" é gratificante;
[Por quê] adotá-lo no cotidiano?
 
[Por quê] tantos "porquês" ???
 
*Dani Cristina
 
Obrigada por estar lendo;
Até o próximo post,
boa sorte com as palavras.
Um Abraço!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Cuidados com o Livro

Passando hoje por aqui rapidinho... (eu cheia de tarefas)! rs

Achei um vídeo que quero compartilhar; um videozinho que apesar de a princípio parecer ser uma abordagem infantil , diz muito sobre como sem perceber maltratamos nossos livros. E maltratá-los não é legal não é!? ___até mesmo porque quando gostamos da história,quando o assunto nos toca queremos preservá-los na estante próximo dos olhos pra ler novamente quando der vontade não! Eu mesma, já li um mesmo livro cinco vezes e ainda acho a história fantástica,cada vez que o devoro encontro palavras que não tinha percebido,me desperta sentidos que não tinha despertado. Então é isso; vamos cuidar mais dos nossos amados livros,alguém irá herdá-los. Vamos acreditar que a tecnologia não irá tirar o prazer de folhear o velho amigo livro de papel futuramente .

Vamos ao vídeo:

Por hoje é isso!
É quase certo de que amanhã tenha um novo conto por aqui.
Até lá;
Um Abraço!