segunda-feira, 22 de maio de 2017

Aroma de Café


Ela tem Café nas Veias...
E Cheiro de Terra na Pele.

Seu fio de Cabelo Ondulado convida -lhe
a brincar de Enrolar e Desenrolar.

Seus lábios Vermelhos-Carne Viva
...ainda vão lhe Enlouquecer,
Por que eles sempre parecem inchados?__se pega pensando.

Não;Ela é Natural,Tudo nela é Natural!
Tão Natural quanto a Luz do Sol.

Tão Fresca quanto o Orvalho da manhã.
Tão Quente quanto a Xícara que  Abraças.


*Dani Cristina




Até Mais Palavrear !
Um Abraço!!

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Meu E-Book "Disponibilizado Gratuitamente"

Olá queridos !!!
Um tempão que eu não passo aqui não é mesmo!?. A maternidade faz assim com a "gente",você se pega quase sem tempo para mais nada além de amar e priorizar os interesses do filho récem-nascido. Agora meu bebê já está com quase dos anos. O tempo disponível está voltando gradativamente e com isso a minha vontade de escrever e ler que nunca passa!
Recentemente eu estou disponibilizando meu e-book de forma gratuita lá no Wattpad. Já conhecem o Wattpad não é? Se não,eu vou explicar rapidamente: É uma plataforma onde leitores e escritores (podem ser aspirantes,amadores ou não) disponibilizam suas obras para os demais lerem e também se dispõem a ler as obras dos demais. É publicado um capítulo ou mais por dia,e os leitores vão acompanhando,e votando se estiver gostando da história.. Eu adorei issoooo! Eu estou atrasada pois somente fiquei conhecendo agora. Achei super legal! É só você baixar o aplicativo no seu celular.

Resolvi então publicar o meu romance por lá,este é um romance;o primeiro que escrevi quando tinha 13 anos !!! Estou revisando na minha linguagem atual e disponibilizando por lá.
Venham comigo conhecer a história de Kaliny....

*     O Prêmio Do Sofrimento - Daniele Cristinah ......... Leia aqui: E-Book de Daniele Cristinah

Sinopse:

Em um passado não muito distante Kaliny Campbelll
 havia convivido com a violência dentro de sua própria casa.
 Naquele que devia ser o seu
 sagrado lar,ela vivenciara dias difícieis.
 Pessoas que somente deviam amá-la e protegê-la
 haviam lhe ferido a alma física e psicológica.
 Ela fugira!
E agora sua realidade era outra. 
Morava em uma casa maravilhosa no centro de Londres. 
A Vida havia lhe oferecido uma segunda chance. 
Será que a Vida também estava lhe oferecendo a chave para que
 ela quebrasse o sólido sentimento 
de amargura do seu coração
 e se permetisse amar?


Espero que acompanhem a história por lá e deixe um voto para eu saber que você está gostando !!!

Até mais palavrear !!!
Um abraço !!

quinta-feira, 7 de abril de 2016

30 Day Writing Challenge #3


De volta eu a correr com meu desafio...atrasadíssima;mas me perdoem por ter passado tão pouco por aqui. (Mãe de um bebê de 9 meses;isso explica tudo não !?

Amei o tema 3 que me fez refletir sobre o que eu ainda não tinha escrito ;está aí ,MORTE é sempre um tabu não?....acho que nunca tinha enveredado por  meus pensamentos em palavras a escrevinhar sobre este aspecto sinistro do fim da vida.




És cosnciência
MORTA;
De uma ALMA vil...

És apenas vislumbre do que um dia foi...
VIDA.

És apenas miragem do que um dia foi ...
Um ESPÍRITO andante
 ocultado em um corpo emprestado.

ACUADO ;

diante da possibilidade de deparar com Tu ...
OH MORTE !!!

Agora não passas de uma
SOMBRA BRANCA

A divagar por estas árvores caídas nestes charque
 malcheiroso e grudento.
ARDENDO está o corpo deixado inerte lá.

És tu agora; apenas algo
 MISTERIOSA e INDESEJÁVEL;

OH MORTE !!!



*Dani Cristina



Até mais Palavrear;
Sucessso,
Um Abraço !!!

sábado, 19 de março de 2016

30 Day Writing Challenge #2

Escreva Sobre algo Histórico...



Não poderia escrever sobre outra coisa dentro deste tema;a não ser o dia do nascimento de meu primeiro e até então único filho,fez com que aquele sábado se tornasse histórico em minha vida.
As dores tão esperadas chegaram.
 __ Esperadas?
__Sim. Esperadas! Fim de gravidez,quando eu já estava muito grande e mal conseguia andar o ideal é torcer para que a dor venha anunciando que enfim chegou o tão almejado dia.
Dores estas que se iniciou no fim da noite e me fizeram correr para a maternidade. Perduraram por todo o restante da madrugada até que eu pude finalmente ter meu Príncipe em meus braços.
Então,sendo assim eu não posso te denominar DOR,quando me trouxestes tanto AMOR e um novo vislumbre do que é a VIDA. Quando me mostrastes o quanto posso ser especial ao ter o poder de gerar um ser humano e ajudá-lo vir à esta TERRA. Quando me fizestes ver além do que eu enxergava antes,quando enfim me provastes o que é ser anulado de sua própria VIDA pra passar viver em um outro ser.
Um novo sentido para a palavra AMOR se revelou para meu coração que vive à espreita de não suportar a taquicardia que o balança toda vez que este SER lança-me um sorriso desdentado. Um novo sentido de VIDA,um novo sentido de para se empenhar em fazer com o dia seje melhor para nós nesta estadia breve por aqui. E por falar em estadia breve,pego-me à me responsabilizar pela proteção,educação e formação deste SER tão desnudo das [ Concupiscências,maldades e desmoralização ]  deste mundo vil. (...)






*Dani Cristina



Até mais Palavrear;
Um Abraço!!!

quarta-feira, 16 de março de 2016

30 Day Writing Challenge #1


Bem;como este post aqui;eu mesma me desafiei à escrever todos os dias  durante 30 dias a partir de hoje. Usando como guia os temas propostos ...(Se você quiser participar fique a vontade,as regrinhas estão lá).

O tema de Número #1 é;

Descreva um lugar....



"Era a primeira vez que eu visitava àquele lugar;havia uma trilha coberta de musgos e folhas secas de bambu e outras plantas de pequeno porte que ficavam a beira,um longo muro de bambuzal cercava toda a esquerda daquele caminho, e ao olhar para baixo via-se um riacho de fundo argiloso dourado e águas rasas, onde barrigudinhos nadavam num vai e vem constante. Por ora os barulhos que viam até mim me fizeram parar por uns minutos e inclinar meus ouvidos para escutar melhor,percebia-se que logo a frente devia haver uma cachoeira pois denunciava -se pela floresta um chuá característico.
Caminhei mais um tanto e confirmei o que suspeitara minutos antes,primeiramente uma pequena clareira se abriu defronte mim e em seguida pude contemplar um paredão alto de pedra  onde descia em constantes movimento torrões violentos de água. Árvores centenárias escondiam aquele pequeno paraíso e o privatizava até mesmo de seus próprios animais regionais já que ficava bem alto,bem distante do início da floresta. Contemplei ao redor com atenção,sorvendo para dentro de minhas narinas todo aquele cheiro de mato fresco. De uma daquelas árvores gigantescas pendiam cipós tão grossos como um caule de coqueiro e idênticos àqueles em que se pendura o "Tarzan" em seus filmes.  Macaquinhos pulavam de um topo para outro acima de minha cabeça soltando fininhos uivos afim de me assustarem. Um bocado deslumbrada com aquele lugar estava eu,tirei minhas botas e entrei na água sentindo toda aquela emoção de estar desvirginando a cachoeira que nunca antes tivera alguém se banhando em suas águas."



*Dani Cristina

Até mais Palavrear;
Um Abraço !!!