sábado, 28 de dezembro de 2013

O ANO NOVO


Olhando agora para o Sr. 2014__ pois sim; a tendência é tratarmos o ano que está por vir com todo o respeito. O vizinho passa por você e argumenta:

____O ANO NOVO está vindo aí .___é como se estivesse falando de uma pessoa PODEROSA que irá mudar tudo pra melhor. 

A expectativa de que as coisas que estão ruim irão mudar e novas coisas boas irão surgir é certo em nossas mentes e desejos.Tal como o Natal há uma expectativa absurda de que alguma coisas mágica irá acontecer no momento exato da meia-noite. Nada de novo acontece e continua tudo a mesma coisa; à não ser que as atitudes mudem e dado à essas convicções de que algo irá ser novo seja realmente trabalhado.

De coração;FELIZ 2014 pra nós todos!
Nós todos queremos PAZ,SAÚDE e AMOR!!!
Que o ANO NOVO nos ouça. 


*Dani Cristina
Até lá;
Um Abraço!!!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL!!!

 ____:)____ FELIZ 
                                                                       NATAL!!!!!____:)____                                             
                                 "O espírito de Natal não está na data... Está no estado de espírito"






                                                                                                                                             *Dani Cristina
Até a próxima...
Um Abraço!!!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Um Pouco de Humor? #2



A criança brasileira toda animada com a proximidade do mês de dezembro pergunta à mãe:
___ Mãe; no mês do Natal você deixa eu criar um boneco de neve?
      A mãe revira os olhos e antes que responda  testemunha os pulinhos afoitos da filha que grita..              
-DEIXA MÃE - DEIXA!!!!-

A mãe reuni as palavras e começa.
___ Filha nós moramos em um país tropical ,não cai neve aqui. O boneco de neve que você viu as crianças montando no filme é uma tradição lá de fora;dos países onde o inverno é muito gelado e cai tanta neve que dá para montar um boneco gigante;mas não aqui!

Neste momento o pai adentra a porta, esfregando uma mão a outra e argumenta com a mulher:
___ Tempo louco este, não? Está nevando lá fora.
A criança olha para a mãe com uma expressão muito decepcionada e em meio a um soluçar rouco reclama:
___ Por que você não DEIXA EU FAZER NADA!!!


*Dani Cristina


Feliz Natal à todos que por aqui passam! 
Sucesso com as Palavras.
Um Abraço!!!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Jacinto




Lá vai ele;
foi batizado Jacinto,nome forte de trabalhador.
Nordestino,pés descalços,boca seca.
Caminha a esmo sem esperança,olha para o céu ,sol escaldante e azul como sempre.Tão inatingível e alheio à sua dor.Há tempos não cai a chuva pra regar a terra árida sob seus pés,carcaças de animais estão por toda parte,um cheiro fétido de enxofre invade as narinas de quem ousa passar por ali.

Vida triste;triste vida! ___reclama Jacinto.

___Bom dia senhor. ___lança-lhe um olhar esperançoso o Seu Manoel,do armazém.
___Bom dia.
___Hoje não;mas amanhã te  garanto que chove Jacinto!
Jacinto balança a cabeça em sinal de descrença mas não quer ofuscar a esperança que o outro homem mantêm no semblante.
 Só murmura:
___Será Manoel;já são cinco anos nesta agonia?

Seu Manoel confirma:
___Difícil "faiá" a meteorologia Jacinto,eles disseram lá na televisão que amanhã a chuva cai "pa nóis".

O dialeto errado e simples do velho senhor podia irritar a ortografia ,mas não ele ;que já se acostumara a conversa destoadamente nordestina daquele povo por ora sem oportunidade de estudos; porém guerreiro. Quando criança Jacinto passou uns anos na cidade grande acompanhado da mãe que trabalhava para uma família de posses. Nesta oportunidade ele havia aproveitado para estudar e a proximidade com os livros o levara à gostar de conjugar corretamente as palavras;mas não era novidade conviver com pessoas que nunca tinham pegado em um lápis ou sequer visto um. Em seus ombros afundados por marcas dos cabos roliços de enxadas e foices que carregavam durante anos sempre prontos a cavar à procura de um espaço úmido para fecundar suas sementes.
Era triste aquele caminhar desnorteado em meio a uma imensidão empoeirada seca e mal cheirosa;não havia como fugir de um destino traçado.

___Quem nasce nordestino morre nordestino ,não importa o lugar que vá.___o pensamento verdadeiro que se pai teimava sempre em repetir.Não adiantaria fugir levando aquela lembrança de um povo sofrido jogados à sua própria sorte.

Se despediu do velho homem e avançou por aquela vastidão amarela e ressequida enfeitada por crânios de animais e árvores desnudas onde  vez ou outra ainda podia se ver em meios aos seus galhos um pássaro sedento a entoar um canto rouco e sofrido. As vezes questionava se Deus não havia sido injusto com aquele pedaço do Brasil. A realidade era desconfortável como mostrava a mídia,triste realidade!
Em casa ,Jacinto banhou-se e depois de alimentar só lhe restava descansar para o batente do dia seguinte.

Acordou as sete.

Ao ar livre, olhou para o céu completamente azul,sem nuvens e um brilho intenso indicava que o sol iria se manter quente durante aquele dia.
A meteorologia mais uma vez havia falhado.

*Dani Cristina
Sucesso com as palavras;
Até,
Um Abraço!!!

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Frida Kahlo




Nome Completo 
Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón

Quem foi
Frida Kahlo foi uma importante pintora mexicana do século XX. É considerada, por alguns especialistas em artes plásticas, uma artista que fez parte do Surrealismo. Porém, a própria Frida negava que era surrealista, pois dizia que não pintava sonhos, mas sua própria realidade. Destacou-se ao defender o resgate à cultura dos astecas como forma de oposição ao sistema imperialista cultural europeu.

Nascimento
Frida Kahlo nasceu na cidade de Coyacán (México) em 6 de julho de 1907.

Morte
Frida Kahlo morreu na cidade de Coyacán (México) em 13 de julho de 1954.

Biografia resumida
- Estudou, no início da juventude, na Escola Preparatória Nacional.
- Com 18 anos de idade sofreu um grave acidente de ônibus. Para ocupar as horas vagas, durante a recuperação, passou a pintar. 
- Em agosto de 1929, casou-se com o pintor mexicano Diego Rivera com quem teve um casamento tumultuado e instável.
- Morou nos Estados Unidos com Diego Rivera entre os anos de 1931 e 1934.
- Divorciou-se de Rivera em 1939, embora tenha mantido relações com ele nos anos seguintes.
- Em 1939, Frida expôs sua obra em Paris, na galeria Renon et Collea.
- Deu aulas de introdução à pintura, a partir de 1943, na Escola La Esmeralda na Cidade do México.
- Sofreu três abortos durante a vida.
- Teve uma vida marcada, principalmente após o divórcio, pelo consumo abusivo de álcool. Dizia que era para aliviar o sofrimento que sempre marcou sua vida.
- Após uma grave pneumonia, morreu em embolia pulmonar em 13 de julho de 1954.

Estilo artístico
- Abordagem de temas pouco ortodoxos.
- Estética muito próxima do Surrealismo.
- Influência da arte folclórica indígena mexicana, cultura asteca, tradição artística europeia, masrxismo e movimentos artísticos de vanguarda.
- Pintou muitos autorretratos, paisagens mortas e cenas imaginárias.
- Uso de cores fortes e vivas.
- Abordagem de temas de sua própria vida.
- Presença de objetos simbólicos em suas obras.

Principais obras
- Autorretrato em vestido de veludo, 1926
- O ônibus, 1929
- Frida Kahlo e Diego Rivera, 1931
- Henry Ford Hospital, 1932
- Autorretrato com colar, 1933
- Meus avós, meus pais e eu, 1936
- As duas Fridas, 1939
- Autorretrato com cabelos cortados, 1940
- Autorretrato com colar de espinhos e colibri, 1940
- Autorretrato como tehuana, 1943
- Diego em meu pensamento, 1943
- O veado ferido, 1946
- Diego e eu, 1949
- O marxismo dará saúde aos doentes, 1954


Frases
- "Para que preciso de pés quando tenho asas para voar?"

- "Eu nunca pinto sonhos ou pesadelos. Pinto a minha própria realidade."


- "Bebi porque queria afogar minhas mágoas, mas agora as coisas malditas aprenderam a nadar."


- "Eu pinto autorretratos porque estou muitas vezes sozinha e porque eu sou a pessoa que eu conheço melhor."


- "A pintura tem ocupado minha vida. Perdi três filhos e uma série de coisas que poderiam ter preenchido a minha vida horrível. A pintura substituiu tudo. Eu acho que não há nada melhor do que trabalhar. "
Amo o estilo artístico de Frida Kahlo; uma das minhas TOP artistas favoritas!
Segue um vídeo que encontrei que mostra nos só um pouquinho do legado que ela deixa para apreciarmos.





Sucesso;
Até mais...
Um Abraço!!!

sábado, 7 de dezembro de 2013

Nelson Mandela - O Único!



    Ele poderia ter sido só mais um entre os outros mas não;ele escolheu ser ele mesmo sempre movido por um censo único de justiça e lealdade ao seu povo tão sofrido e massacrado de uma forma covarde e repulsiva. Mas sim;com certeza ele teve oportunidades de escolher os caminhos mais fáceis,menos espinhosos do que os que caminhou. Quando roubaram seu bem mais valioso para a alma - a liberdade, ele ainda se manteve  fiel aos seus anseios do início. Nesses dias que ocorreu seu falecimento muitos podem falar ou tentar descrever o tamanho exemplo e legado político que esse homem deixa. 
Impossível mensurar.
    Dificilmente um líder se entrega assim totalmente as boas causas. Verdadeiramente sem máscaras,com uma só face a mostrar ,sem o dinheiro estar em primeiro lugar. Olhando daqui  da minha posição tão pequena perante esse grande homem eu fico à pensar como é valioso um caráter realmente humanitário.
    O que os políticos brasileiros dizem por agora!?
 Vivo em um ,senão o mais belo país do mundo; porém  sinto me envergonhada perante as tamanhas diferenças entre os atos mesquinhos que ocorrem continuamente aqui nessa política brasileira e este exemplo tão grandioso. 
   O pouco tempo que o deixaram viver, ele viveu para os outros! 
   Pois sim ;já não fazem homens como antigamente.
*Dani Cristina

Sucesso com as palavras,
Até breve;
Um Abraço!!!

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Um Convite...


É fim de ano;me lembra que o período de férias vêm aí-significa passar temporadas maravilhosas no mar.
Abaixo uma reflexão sobre estes momentos que tanto gosto.



Um PAUSE...
no que pode desconcentrar a apreciação desta bela vista  do  mar que se revolta a minha frente e teima-me  em  chamar a  atenção para suas águas refrescantes.
Me assusta um pouco todo esse oferecimento sem interesse. (afinal no mundo lá fora quase tudo que é oferecido gratuitamente é por interesse) Olho pra essa imensidão azul e ainda  apreensiva;topo molhar os pés...

Só os pés!

A intenção inicial e só agradá-lo um pouco e fujir daqui! Que eu não seja mal interpretada.___Mar é uma delícia eu adoro suas ondas insistentes chocoalhando-me  pra fora do  meu EU as vezes estagnado . Fazendo-me esquecer do mundo ao redor e me lembrando que a vida tem coisas belas à oferecer-me gratuitamente, de modo incondicional. Mesmo que eu não esteja disposta a molhar a escova impecável que concluí há exatamente 15 minutos atrás.
As águas tem esse poder de descontrolar e tirar me da pose ereta do cotidiano. É um convite interessante.___ penso eu começando a ceder. Será?
Lanço o olhar para a areia coalhada de gente;uma belíssima confusão colorida,um vai vem maravilhoso de exemplos de relaxamento e diversão.
Emfim; deixo me ir e embalada pelas ondas, e aceito ficar totalmente vulnerável em meio a esta paradisíaca visão.
Um PAUSE!
Você venceu.


*Dani Cristina

Até;
Sucesso com as palavras.
Um Abraço!!!

domingo, 24 de novembro de 2013

"Um Novo Entretenimento...Uma Nova Leitura"

Dias chuvosos,final de semana não muito convidativo à procurar diversões ao ar livre.
Me estimulou a terminar a última releitura.
 ___ Parto para uma nova.
Tenho um pouco;talvez muito  { " pré-conceito"- entre aspas }, de maneira alguma sou pre´- conceituosa. Mas se tratando de  ler livro que não seja impresso no papel ainda não me cai muito bem. Como vivemos numa geração tecnológica onde a tendência é surgir cada vez mais maneiras de fazer as mesmas coisas que fazíamos antes-só que;de um modo totalmente "tecnológico", talvez  eu tenha que me acostumar. Embora eu sinta uma leve dor no peito ao suspeitar que futuramente os livros de papel vão acabar. Ah __ sim;eu também me assustei quando ouvi isso!!! Mas não fui eu quem disse ou sonhei com essa possibilidade;recentemente no Programa do Jô Soares um jornalista falou sobre isso,o que me fez pensar a respeito e querer guardar a sete chaves os meus livros favoritos impregnados com aqueles cheiros tão particulares.
Mas se não tentamos acompanhar a evolução somos considerados diferentes e daí ___ Sim;nós é que iremos ser vítimas de pré-conceito por não aceitar o novo. Eu amo meus livros de papel que estão espalhados por toda parte em minha casa,na estante da sala,nas mesinhas de cabeceira... e confesso que está sendo difícil manter o envolvimento e concentração na história através de um tablet mas eu resolvi tentar...

O livro em questão é um romance também de Danielle Steel -

 -A Desconhecida

O título original é A Perfect Stranger, nas edições traduzidas  algumas capas trazem A Desconhecida e outras Um Desconhecido. Em 1994 foi lançada uma obra  cinematográfica  baseado no livro.



Sinopse...

Alex havia desistido de toda a esperança de encontrar a mulher certa, até que ele viu a bela Raphaella - jovem, rica e desesperadamente solitária. Presa em uma vida vazia por um senso de honra e dever para com seu marido idoso, ela negou-se qualquer direito à felicidade pessoal, até que ela conheceu Alex.

Agora,eu vou ler mais um pouco...
Até mais;
Sucesso com as palavras.
Um Abraço!!!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Momentos Perfeitos!



Havia um afagar macio da brisa nos cabelos,o ar erá gélido mas incrivelmente este algo sereno que acarinhava os cachos louros era confortavelmente morno.
 Estranhamente parecera-lhe por um segundo que a terra havia parado de girar para que ela usufruísse melhor daquele momento cheio de magia e sons. Olhou ao redor,era um jardim tão lindo,tão cheio de encantos e particularidades que antes não havia percebido. Como passara tantas vezes por ali sentando naqueles banquinhos ,sem na ocasião sentir nada parecido com aquilo que vivenciava agora!?

[ Passeou mais uma vez pelos detalhes simples da pracinha com o olhar ]

 Havia diferentes espécies de flores e ser-vivos tão entretidos em suas funções de apenas ser, e apreciar a beleza daquele lugar. Havia um pequeno riacho de águas cristalinas que acrescentava uma doce sintonia aos cantos dos pássaros que agitados nas copas das árvores passavam-lhe a impressão de estarem competindo entre si à favor de um canto mais puro e perfeito sómente para que ela ficasse feliz e atingisse uma percepção de quão perfeito é viver plenamente os pequenos momentos.

Momentos Perfeitos!

*Dani Cristina
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Um pouco de Humor? #1




    Complicado é o marido esquecer de pagar a conta telefônica quando sua mulher está exatamente aos nove meses de gravidez. E seu celular é "daqueles que só recebe".
    A bolsa se rompe e sozinha ela pede ao filho mais velho que corra até o vizinho e faça uma chamada para o hospital.

___ Senhor! Senhor!
  O velhinho caminhando com dificuldade se aproxima inclinando levemente a cabeça para ouvir melhor:

___ Heinhnn!?

___ Senhor; posso usar seu telefone? A bolsa da minha mãe estourou!

___Ah, não tem necessidade. Leve estas aqui;são bem fortes.___ele diz enquanto balança uma três sacolas em direção ao garoto que resmunga um deixa pra lá ;e volta correndo pra casa à tempo de ver sua mãe na ambulância que viera atendendo ao chamado de uma vizinha que escutara a conversa do velhinho e o garoto.
Ufa!

*Dani Cristina
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Quando eu Estiver com Os Cabelos Grisalhos...


Quando eu estiver com os cabelos grisalhos,os olhos esmaecidos de tanto ler! 
Convidarei alguém que leia pra mim;até pago se preciso for...
De férias em uma praia distante onde o chocoalhar das águas junto as pedras e o canto dos pássaros só acrescentem um embalo musical  as palavras que chegam aos meus ouvidos.
Sim;pagarei se preciso for...
A alguém que; leia pra mim!
Mas também terei em mãos aquele velho livro que nunca me cansei de repetir seus parágrafos tão cheios de sabedoria.
Nem que seja só pra sentir aquele cheiro e a textura de suas páginas.
Oh sim! Pagarei alguém que leia pra mim,se preciso for.

 *Dani Cristina
Até mais...
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Um Romancinho pra quem Está Apaixonado....

...já se apaixonou ou vai se apaixonar!
Como já mencionei não sou ansiosa em relação à correr pra livraria e comprar um livro impulsivamente só porque está todo mundo lendo. Me decepcionei umas três vezes ao fazer isso e agora já há muito tempo eu deixo que o livro me conquiste...pode ser pela capa,pela sinopse ou motivada por pessoas que geralmente têem o mesmo gosto que o meu por livro ,leram e disseram ter gostado. Sendo assim a história desse romance da Danielle Steel não foi diferente,veio parar nas minhas mãos anos depois de ser distribuído  no Brasil. Comprei em meios a outros livros em um sebo maravilhoso da minha cidade. Eu o li pela primeira vez no ano 2.000 ,de lá pra cá perdi as contas de quantas eu já reli e agora me bateu uma vontade de relê-lo novamente. Então pensei em compartilhar aqui caso alguém ainda não o explorou e gosta de um bom "romance água com açúcar" como eu. Garanto que  a leitura deste não é nada cansativa. Eu leio um pouco de tudo,amo o gênero espionagem-suspense,alguns escritores policiais contam uma boa história e um romance de vez em quando pra mexer com o coração.
A foto da capa muda de acordo com a editora e o país,mas o título é o mesmo" Segredo de uma Promessa" -a minha capa é esta...;já surrada pelo tempo que eu o manuseio.

Segue a sinopse:

Loucos um pelo outro,Michael Hillyard  e Nancy McAllister prometem se amar para sempre. Não conseguem imaginar o futuro sem estarem juntos.
No dia do seu casamento,porém,um desastre destrói o sonho de felicidade dos dois amantes. Contrária ao matrimônio de seu único filho com uma desconhecida,a milionária Marion Hillyard aproveita o trágico acontecimento para separar o casal definitivamente.

Os anos passam. Michael e Nancy trilham caminhos diferentes,mas a antiga promessa de amor continua viva. Apesar do tempo e da distância,seus corações anseiam pelo reencontro para morrerem de amor.

Lendo a sinopse assim pode parecer só mais uma história de sogra maldosa e ciumenta;só que não. Ainda vale lembrar que há o filme baseado na história,mas como sempre o livro é melhor.

Obrigada por passar por aqui.
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

A Perfeição de Khamilla



    Khamilla era o seu nome.
__Khamilla ;com  kh e dois  "élis" __ressaltava ela toda vez que alguém o escrevia errado.
Sabia que seu nome era um reflexo do pensamento brasileiro que não se sabe porque sempre quer americanizar tudo,sua mãe também há trinta anos passados havia embarcado na mania.
Ela; a legítima mulher nativa do país,negra,corpo voluptuoso e bonita. Mantinha a tradição de falar e gargalhar alto.
     Que se danassem os críticos de plantão!
 __ Tô nem aí__ vociferava;quando pediam-lhe para que abaixasse o tom.
     A mãe sempre orgulhosa vangloriava com as amigas sobre todos os dotes da filha...
__ Agradeço todos os dias a Deus por me dar ela;estudiosa,bonita como só e trabalhadora!
 Um burburinho e risinhos se fazia ouvir todas as vezes que estas palavras eram referidas,mas cessavam logo quando D. Carmen; a mãe sortuda lançava um olhar para o grupinho debochado :
__ O que foi!? Estão com inveja não é?
__ Silêncio.
      Khamilla trabalhava a noite como garçonete em um restaurante de comidas típicas,a mãe vendia acarajé em duas praias de Salvador. Toda santa noite a filha  saía pra trabalhar deixando para trás um leve cheiro de canela; fato é que muitos dos rapazes frequentavam o restaurante só para observá-la,gostavam do ar de mistério que a moça transmitia no olhar. No ambiente de trabalho ela se mantinha impecável;apresentando sómente os serviços disponíveis com um sorriso nos lábios;porém quase nunca firmava olhos nos do cliente. Ela havia mobiliado toda a casa da mãe recentemente;os móveis fora comprado na melhor loja da cidade,o tipo de loja  onde os menos favorecidos nunca colocavam os pés,a principal razão eram os preços totalmente fora da escala que podiam pagar. Por isso havia um certo questionamento pelas pessoas próximas a ela ,como fazia para multiplicar seu salário e adquirir bens que para os outros do seu mesmo padrão de vida eram inalcançáveis. Em uma ocasião ela reclamara junto à mãe:
__ Quanta especulação com o que não lhes pertence,sempre poupo bastante antes de gastar.
__ Não esquenta filha.__consolou D. Carmem.
      E a vida seguia.
    Aos sábados ela sempre estava de folga e fazia parte da rotina semanal sair para dançar,ao contrário das demais garotas da região ela sempre ia só. Se decepcionar com as mulheres talvez fosse culpa de seu gênio difícil,já tivera várias amigas;mas agora gostava de estar só. Se arrumou de modo sentir-se especial e saiu afim de um pouco de diversão,adentrou a boate e como de costume alguns rapazes deixaram por um minuto de fitar suas parceiras de dança pra observar a récem-chegada;ela era bem conhecida no bairro,ainda mais por trabalhar em um lugar público sempre bem frequentado, o corpo violão metido em um macacão branco contrastando com a tez  escura lhes provocavam os pensamentos. Horas depois  havia bebido muito pouco,dançado bastante e agora já perambulava pela terceira casa de noite. A pose ereta do início da tarde já não existia mais e a roupa de griffe estava disfarçadamente suja e amarrotada.
__4:30 da manhã!__ constatou conferindo o reloginho de pulso.
    Era o momento de retornar ao lar.
    A mãe cuidadosa nunca a via chegar e ela por sua vez sempre lhe deixava a impressão de que chegava mais cedo. Só pelo fato de não a querer preocupada inutilmente.

    O fim de semana voara.
A velha rotina de Khamilla retornara. O patrão havia lhe pedido para que fizesse mais um serviço daqueles não muito satisfatórios;o que não a deixava muito contente;mas frente aos seus sonhos de adquirir mais grana ela simplesmente sorria ao chefe e balançava a cabeça demonstrando bom grado. Era temporada de verão e a cidade se enchia de turistas incluindo os gringos que iam em busca das águas refrescantes daquelas praias constantemente exploradas por pessoas ávidas por descanso e relaxamento. Eles se atulhavam no restaurante e a oportunidade de fazer uma bela comissão no fim do dia ela não podia deixar escapar.
  Quando voltou para casa naquela noite a mãe não estava muito bem,recentemente a levara ao médico e havia sido diagnosticado um problema meio grave no coração além da pressão arterial desregulada com o que ela já convivia há anos.
__ Como assim meio grave Doutor! __Ela tinha questionado na ocasião,o medo insuportável da possibilidade de perder a mãe para aquela doença. O médico a havia tranquilizado, lhe orientando qual tratamento seguir desde então.
__Tudo ficará bem.__ ele afirmara.
    Cuidou da mãe então antes de tomar uma ducha fria e dormir.
Percebeu logo que chegou ao trabalho que seria mais um dia de vai e vêm,pura agitação!  O patrão aproximou discretamente durante o expediente cochichando lhe no ouvido,era uma proposta nova e se tinha nova proposta significava ganhar dinheiro novo. E ela nunca admitia para as pessoas;principalmente às amigas mexeriqueiras da mãe,mas sim amava  sentir o cheiro e a textura das notas récem-saídas do banco.      Tudo transcorreu como de costume no restante da tarde.
Por volta das 23:30 Khamilla retorna pelo mesmo caminho que faz diariamente ;de repente sente algo frio em volta do seu pescoço, em meio a um medo estarrecedor que lhe invade instantaneamente ela percebe ser a mão de um homem. A mão a puxa com violência para um dos becos e sem nenhuma piedade o homem abusa dela sexualmente. Em seguida uma baque surdo do corpo da moça caindo pode se ouvir acompanhado de três tiros que encerra o ato cruel. As únicas testemunhas são aqueles muros silenciosos e sombrios. Na manhã seguinte o corpo é encontrado e imediatamente a polícia inicia as investigações.
   Uma das amigas de D.Carmem é designada para avisá-la. Ela chegou a tropeçar nas palavras,mas aquilo precisava ser dito;fosse como fosse. Mesmo para uma mãe que quase como todas as outras mantinha a única filha em um pedestal de perfeição.
__ Carmem eu sinto tanto por ter que lhe contar isto.__ iniciou ela com lágrimas nos olhos e voz trêmula.
     Muniu-se de coragem e continuou:
__ Sua Khamilla está morta! Um homem sem coração a cercou lá no beco e lhe deu três tiros. D. Carmem leva a mão ao peito e cai de joelhos chorando convulsivamente,alguém lembra do seus comprimidos para o coração e a faz tomar.
__ Por favor tenta se acalmar;a polícia achará quem a tirou de nós e a justiça será feita,assim como a justiça divina que não falha.
Elas têem uma ligeira surpresa;quando um grito como um urro sai da garganta da senhora que ainda soluçando solta:
__ E o que importa a justiça agora! Eu quero a minha filha!
    Uma delas cuida dos preparativos para o velório.
    Logo no início da manhã a polícia bate a porta de D. Carmem dizendo já obter o resultado das investigações. As mulheres do burburinho se mantém todas ao redor da senhora que se mostra inconsolável.    Um dos policiais se aproxima.
__ Sei que a dor que a senhora sofre agora é algo que não podemos aliviar, porém talvez lhe dizer que o assassino de sua filha foi pego esta manhã possa lhe trazer um pouco de alento e visão de que a morte dela não seja vã. Logo devemos a informar que ela possuía uma dívida de droga que lhe foi cobrada com a vida,além de manter uma profissão provavelmente oculta. Ela era garota de programa. O patrão seu cafetão, era assim que consiguia pagar os seus tratamentos e adquirir tantas roupas caras.
    A velha senhora agora treme dos pés a cabeça,seu corpo balança tal como uma cana ao vento. Ela leva a mão ao peito e lança um olhar para as amigas,não suportaria aqueles olhares e futuros comentários que com certeza viriam com o tempo.
    Sente algo como uma explosão no coração e imediatamente cai sem vida.


*Dani Cristina
Obrigada por passar por aqui.
Até a próxima história;
Um Abraço!!!

terça-feira, 5 de novembro de 2013

[Amor] Ardente como Fogo!



O fogo que [ARDE ] no meu coração,lança labaredas em seu [SER].
Feliz estar à [PARTE] desse efeito avassalador que;embala-nos e leva pra longe toda a dúvida que porventura pudera houver: [não "[SER AMADO]" ] !!!

[ SER AMADO ];é o que sou!
Reconhecer sua voz em meio a tantos outros sons,a tantas outras vozes.
[ ALGOZES ] sentimentos são esses!
[ DO AMOR ].
Conquistados na [ INOSCÊNCIA ] do sentir quase sem perceber!
Ora;
Percebendo a harmonia de [ VIVER ] em uníssono,em busca  do [ PRAZER ] de ser feliz em um só...
[ ATO ]!
Em um só [ SER ]!

* Dani Cristina

Obrigada por estar lendo .
Até o próximo palavrear;
Um Abraço!!!

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

A Vida é Inédita!



A vida é inédita a cada momento.
Rotineiros são os hábitos desenvolvidos ao
longo dos dias percorridos nesta vida!

*Dani Cristina
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Uma Humilde Declaração


...Tinha um amigo que usava elogiar frequentemente a namorada com a seguinte estrofe:
___É fácil esquecer/
Quando não se lembra/
É fácil não sentir falta/
Quando não se dá conta/
Que existe-OBRA;
Tão Perfeita!!!

*Dani Cristina
Sucesso com as palavras.
Um Abraço!!!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

À Beira do Rio


Pra refletir/

À beira do rio
eu tive uma
feliz constatação;
se pulsa meu coração!
___É fato; há emoção.
Há razão.
Há compreensão!

___Compreensão pra entender o simples ato de respirar e viver.
De compreender o outro como um outro "ser".
De compartilhar coisas novas e aprender novas coisas!

Sendo assim basta a visão pra 
enxergar a beleza em lugares que não nos chama a atenção no primeiro olhar.
O frescor daquelas águas que batiam na margem era um frescor aos sentimentos mais quentes e aflorados, devolvendo  o frescor necessário a alma, por "ora combalida".
Combalida pelo afagar árduo das preocupações cotidianas-que prefere carregar e tomar compromisso pra si "o sofrido animal racional;__o tão especial "ser" criado por Deus .SER HUMANO.

SER HUMANO!!!
Como é bonito este pronunciar.
O que quer dizer SER HUMANO?
___Nos diferencia de outros seres irracionais!?___pelo menos dever ser assim.
      Nos diferencia da brutalidade,do ato afoito impensado,do avançar por impulso.Nos diferencia do ato arredio, quando na verdade o que devemos; é nos aproximar. Mas na realidade SOMOS ANIMAIS;porém civilizados. Nossa comunicação humana é sofisticada e complexa. 
Somos dados às emoções!
Sentimos amor, pena, ódio, saudades, felicidade, tristeza, nostalgia. Olha só um fato curioso;nós temos digitais nas pontas dos dedos;isso é a nossa indentificação natural.
O nosso meio mais certeiro e correto de indentificação! SIM.
  • Somos SERES HUMANOS! SERES INTELIGENTES! SERES AMOROSOS! SERES COMPREENSIVOS! SERES FORTES! SERES FRÁGEIS! SERES MORTAIS!

    SERES VIVENTES!
    ___ Não SOBREVIVENTES.
    Somos racionais.
    * Dani Cristina

    Sucesso com as Palavras!
    Um Abraço.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

...Inclusive Eu também (me Emocionei) !.

Compartilhando um vídeo que meses atrás era muito repetitivo na TV durante uma campanha de Doação de Órgãos,publicidade criativa...;realmente com o objetivo de emocionar...
Eu sei que pode parecer bobo; "Só Que Não"___ como diz outro comercial dos bolinhos Ana Maria :/) rs

Assista aqui...


Obrigada à quem está passando.
Sucesso com as Palavras;
Até mais.
Um Abraço.

sábado, 28 de setembro de 2013

Um Planeta sem Cor

                                                                                                                  
                                                                                              -imagem do Google      

   O lugar em que estava a caminhar era inteiro circundado por árvores que floresciam tal como neve. As flores que pendiam de seus galhos eram tão alvas como os fios brancos de um ancião. O chão estava caiado delas e ao pisar eu escutava um estalar contínuo sob os meus pés desnudos. A sensação era mágica e relaxante.
   Continuei a caminhar circulando entre as árvores por horas que não sei calcular. Por muitas horas! O perfume era extremamente doce e  comecei a ficar um pouco tonta;o estômago estava revolto. Sentei em um cume coberto de pétalas suculentas e afastei com as mãos algumas e vi que se tratava de uma grande pedra enterrada pelo meio.
___Talvez à seculos passados ali tivera um oásis.___ pensei enquanto lançava o olhar para o mais distante, tentando encontrar uma cor que não fosse o branco.
 Era intrigante tudo aquilo;mas não havia outro tom de cor senão aquele e parecia não haver uma saída;pois eu já havia tentado alcançar alguma clareira que fosse;mas terminara andando em círculos. O nervosismo se dava por não consigui vislumbrar o céu,os galhos entrelaçavam fortemente entre si formando uma espécie de manto acima da minha cabeça. Fiquei ali sentada por mais um tempo. Só me restava planejar como sair daquele paraíso sufocante,olhei mais uma vez para aquela imensidão alva.
___Sim;um cenário totalmente desprovido de cor! Até os caules eram cobertos por uma casca clara.
    Deixei-me escorregar para o chão mantendo as costas na pedra,fechei  os olhos e cochilei por um tempo que também não sei precisar! Por muito tempo!
Quando abri os olhos não acreditei no que eu via;a minha frente um lago se criara e cisnes brancos nadavam. Oh meu Deus;aquilo só podia ser fantasia! Me levantei em um salto e encarei os cisnes por uns segundos,senti um desespero me sondar e comecei a correr enlouquecidamente em círculos.
   Eu precisava achar uma saída!
   Eu precisava voltar pra casa!
   Havia tantas coisas à serem resolvidas.
   Corri mais um pouco.
   Estava tão cansada e aquele cheiro doce ainda me enjoava. Encostei na pedra novamente e cochilei.
   Abri os olhos lentamente e observei;o lago não estava mais lá a minha frente,os cisnes haviam sumido.          Passeei o olhar ao redor e lá estava a saída que eu tanto almejara. Deus havia ouvido as minhas desesperadas preces;corri para lá e alcancei uma longa planície verde , a passos longos avancei rapidamente em direção ao caminho de casa.
   De repente eu ouvi:
   TaRRRRAC-TaRRRRAC-TaRRRRAC
   Não era o barulho daqueles despertadores antigos?
   Automaticamente levei a mão até o criado-mudo do lado da cama e o desliguei. O sol lindo penetrava por entre as cortinas na minha janela. Buzinas irritantes lá embaixo.
   Oh meu Deus - o que eu vivera era só um sonho!?
   Então esta era a realidade que eu tanto pedira para retornar!
   Eu precisava voltar para o paraíso branco.
*Dani Cristina
Obrigada por estar passando por aqui.
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Uma Declaração à Você!

Quem me conhece desde o meu blog mais antigo,está ciente que entrei na onda do scrapbooking em 2010 e de lá para cá eu sou viciada nesta arte de cortar,colar e preservar os pequenos momentos através de álbuns decorados. Nesta arte existem duas categoria de opções pra guardar um momento; o (scrap de papel) que pode ser manuseado,tocado pelas pessoas que o vêem e o digital que é fantástico pela quantidade de efeitos que você pode conseguir com ajuda do photoshop. Eu aprendi a gostar dos dois;embora eu faça mais o artesanal eu também tenho uma galeria onde posto os digitais.
OPA!(Podem ficar tranquilos;pois eu não vou falar sempre de scrap aqui)___ainda é de pensamentos,sentimentos e histórias que quero tratar neste espaço).

Mas verão que o meu feito mais recente tem sim à ver com sentimento .... eu tenho uma cachorrinha às vezes mimada rss.


Você chegou nas nossas vidas
de mansinho...;era ainda
um filhote de um mês.
A mamãe e o papai -é assim
que sentimos em relação a você.
ele escolheu você em meio
 a outros filhotinhos e  
podemos dizer que foi
 amor a primeira vista. 
Você ficou uns dias só com
 a mamãe lá no sítio e quando 
nós já tínhamos um novo lar
você veio morar com a gente.
Como todo cachorro você
 foi bem levada no início;
dava o maior trabalhão. Você se 
apaixonou por revistas,
correspondências e sapatos e
 os mastigava como se não
 tivesse outra coisa para comer.
Mas isso passou e hoje você é 
uma cachorra adulta com 
sete anos de idade.
Você se tornou tão educada e 
nós a amamos muito!
Você é realmente como se fosse
parte da família.
Sim. Você faz parte da nossa
família.
*Dani Cristina
Obrigada por passar por aqui.
Sucesso com as palavras;
Até mais...
Um Abraço!

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

A Lenda da Mariposa e a Estrela

Olá;
como eu ainda estou atrapalhada pra organizar o meu tempo entre o outro blog,vida pessoal e passar pra cá de modo legal o que escrevi lá no papel ;eu vou compartilhar uma lenda que ouvi ainda criança e encontrei por aí novamente e descobri que ainda me fascina!


Vejam se concordam que é uma bela história à refletir....

Conta a lenda que uma jovem mariposa-de corpo frágil e alma sensível-
voava ao sabor do vento certa tarde,quando viu uma estrela muito brilhante e se apaixonou.
Excitadíssima voltou imediatamente para casa ,louca para contar à mãe que havia descoberto o amor.
___Que bobagem!___foi a resposta fria que escutou.
___As estrelas não foram feitas para que mariposas possam voar em torno delas. Procure um poste ou um abajur e se apaixone por algo assim;para isso nós fomos criadas.
Decepcionada  a mariposa resolveu simplesmente ignorar o comentário da mãe,e permitiu-se ficar de novo alegre com a sua descoberta.
___Que maravilha poder sonhar!___pensava.
Na noite seguinte a estrela continuava no mesmo lugar  e ela decidiu que iria subir até o céu ,voar em torno daquela luz radiante e demonstrar o seu amor.
Foi muito difícil ir além da altura com a qual estava acostumada ,mas conseguiu subir alguns metros acima do seu vôo normal.
Entendeu que,se cada dia progredisse um pouquinho ,iria terminar chegando na estrela;então armou-se de paciência e começou a tentar vencer a distância que a separava de seu amor.
Esperava com ansiedade que a noite descesse e quando via os primeiros raios da estrela,batia ansiosamente suas asas em direção ao firmamento.
    Sua mãe ficava cada vez mais furiosa:
___Estou muito decepcionada com a minha filha ___dizia.
___Todas as suas irmãs, primas e sobrinhas já tem lindas queimaduras nas asas provocadas por lâmpadas!
___Só o coração de uma lâmpada é capaz de aquecer o coração de uma mariposa, você deixa de lado esses sonhos inúteis, e arranja um amor que possa atingir.
A jovem mariposa, irritada porque ninguém repeitava o que sentia resolveu sair de casa. Mas no fundo ficou marcada pelas palavras da mãe, achou que ela tinha razão.
Por algum tempo tentou esquecer a estrela e apaixonar-se pela luz de abajures de casas suntuosas, pelas luminárias que mostravam cores de quadros magníficos, pelo fogo das velas,nas mais belas catedrais do mundo.
Mas seu coração não conseguia esquecer a estrela, e depois de ver que a vida sem o seu verdadeiro amor não tinha sentido, resolveu retomar sua caminhada em direção ao céu.
Noite após noite, tentava voar o mais alto possível ;mas quando a manhã chegava estava com o corpo gelado e a alma mergulhada na tristeza. Entretanto ,à medida que ia ficando mais velha; passou a prestar a atenção à tudo que via a sua volta.
Lá do alto podia enxergar a cidade cheia luzes,onde provavelmente suas primas, irmãs e sobrinhas já tinham encontrado um amor.Via as montanhas geladas,os oceanos com ondas gigantescas,as nivens que mudavam de forma a cada minuto . A mariposa começou cada vez mais sua estrela,porque era ela quem a empurrava pra ver um mundo tão rico;tão lindo.
Muito tempo se passou desde então e em um belo dia ela resolveu voltar à sua casa . Foi então que soube pelos vizinhos que sua mãe, suas irmãs,primas, sobrinhas e todas as mariposas que havia conhecido já tinham morrido queimadas nas lâmpadas e nas chamas das velas,destruídas pelo amor que julgavam fácil.

A mariposa embora jamais tenha conseguido chegar a sua estrela ,viveu muitos anos ainda descobrindo toda noite algo diferente  e interessante .E sugerindo para a compreenção que as vezes,os amores impossíveis trazem muito mais alegrias e benefícios que aqueles que estão facilmente ao alcance de nossas mãos.
* Autor Desconhecido
Até a próxima;
Um Abraço!!!
********************************************************************************************************************************************************

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Eu Também era Fã de Brigitte Monfort-A Espiã Fictícia da CIA !!!

Nossa eu realmente não sabia o que ia encontrar sobre este personagem das histórias dos livrinhos de bolso da Série ZZ7 que tanto amei na adolescência quando cliquei o nome Brigitte Monfort no Google;mas há inúmeros outros fãs como eu.

Esta Série de livros de bolso criada  nos anos 60; (Não era nem nascida nesta época; sómente conheci as histórias aos 14 anos já nos anos 90;me foram inseridas através de um amigo  que colecionava fielmente a série).

Filha da espiã Giselle Monfort uma criação do jornalista David Nasser, autor de outros sucessos, Brigitte é uma agente da CIA e personagem de histórias de espionagem que ocorrem na época da Guerra Fria.
As aventuras de Brigitte Montfort – também chamada de "Baby" Montfort – fazem parte dos primeiros livros de bolso lançados no Brasil e sua imagem foi criada pelo ilustrador e desenhista Benício,  baseado na socialite carioca Maria de Fátima Priolli. Em quase três décadas, foram publicadas exatas 500 histórias originais, entre 1965 e 1992, em séries denominadas vermelha, azul e verde (a cor da logomarca ZZ7 no livreto), em formato de bolso. Também na Espanha as aventuras de "Baby" Montfort foram publicadas, com o nome de "La Espía más Bella-Baby". A profundidade e o conhecimento profissional dos assuntos tratados, fez com que durante certo tempo a imprensa brasileira acreditasse que "Lou Carrigan" fosse algum agente da CIA contratado pela Ed. Monterrey para escrever suas aventuras. Leia mais sobre aqui.

Quando lia o livro imaginava;___Nossa esse cara é Gênio,as histórias não possuía nenhum apelo vulgar,muito suspense e cada aventura nova era uma história completamente diferente com início,meio e fim. Repito; o genial escritor Lou Carrigan! Por ser uma personagem descrita como bela e sexy era muito lido por homens, mas mulheres que apreciavam um pouco de mistério e suspense também se divertiam com as aventuras.
Eu devorava um livrinho por dia e li todos os 500. Pena que a publicação se esvaiu. Foi muito legal relembrar e olhar pra algumas capas que tive em mãos,já que devolvi religiosamente todos estes que havia tomado emprestado do amigo. Quem gosta de espionagem e suspense,não leu estes e se interessou;a opção são  os sebos e negociações com colecionadores;mas investigando eu encontrei um sebo online que tem alguns da série ZZ7 do qual referi.

Seguem algumas fotinhos de capas.
Até breve com novidades por aqui;
Sucesso com as palavras;
Um Abraço!!!

domingo, 18 de agosto de 2013

O Verbo Haver em Minhas Lembranças!



 coisas que guardei/
outras que rasguei/
aquelas que escondi/
as que compartilhei/
umas que sub-linhei,dobrei...;protegi em embalagem e registrei.
 outras  que queimei.
algumas que vivi,e daria tudo pra viver novamente.
outras que preferia não ter de falar ou lembrar delas.
tantas lembranças doces;mas também as amargas.
aquelas que emocionaram,aquelas que entristeceram;mas também as que alegraram.
as que vivi com amigos e as que presenciei só.
tantas coisas pra lembrar!
E se lembranças é porque há Vida à ser vivida,à ser lembrada,à não ser esquecida.

 *Dani Cristina
Até o próximo post;
Sucesso com as palavras.
Um Abraço!

domingo, 11 de agosto de 2013

Um Pingo em Meus Lábios



Senti um pingo em meus lábios...

{Sim}
Pois minha posição estava à olhar os céus!
Os céus... {Sim} Pois deve haver mais camadas de azul além deste que contemplo.

{Sim}
Eu não contemplo os outros;mas sei que lá estão.
A chuva que de lá vêm pinga em meus lábios...

{Sim}
Pois minha posição estava à olhar os céus!
É uma posição favorável...

{Sim}
À favor que a chuva molhe o que está seco.
Fico a pensar que coincidência não podes ser...

{Sim}
 Os céus deviam saber!
Saber da secura dos meus lábios...
Agora está mais fresca minh'alma!
Oh, quão fresca está!-Após o pingar em meus lábios...

{Sim}
Pois minha posição estava à olhar os céus!

Os céus...
{Sim} Pois deve haver mais camadas de azul além deste que contemplo.
*Dani Cristina
Até mais,
obrigada por ler.
Sucesso com as palavras,
Um Abraço!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Na Lista dos Mais Vendidos ...

...E quais eu ainda não li;e quero ler.
Não estou sem inspiração pra escrever as histórias ,(cheia de idéias aqui na cachola) o que me falta é tempo hoje pra sentar e passar estas idéias para o papel-Siiim;para o papel - ainda não me adaptei a modernidade e se pudessem observar o local onde as idéias fluem em mim, iriam encontrar vários manuscritos.
Mas bem...;hoje eu resolvi compartilhar uma pequena lista dos livros mais vendidos no momento segundo a Revista Veja,eu vou falar sómente dos que eu gosto,dos que me chamam a atenção,os que inoscentemente me convidam à folheá-los.

Vou começar por um que está em primeiro lugar na lista já a onze semanas!
Não li a resenha ou sinopse deste livro em nenhum lugar antes desta pesquisa;mas algo concreto me diz que vou gostar,adoro as sagas que Dan Brown escreve! Me apaixonei por este autor depois que devorei em três dias o Código Da Vinci. Uma escrita de fácil entendimento,um desenrolar inteligente da história e cheio de suspense que eu adoro. Fantástico.
Categoria Ficção


Sinopse:
No meio da noite, o renomado simbologista Robert Langdon acorda de um pesadelo, num hospital. Desorientado e com um ferimento à bala na cabeça, ele não tem a menor ideia de como foi parar ali.
Ao olhar pela janela e reconhecer a silhueta do Palazzo Vecchio, em Florença, Langdon tem um choque. Ele nem se lembra de ter deixado os Estados Unidos. Na verdade, não tem nenhuma recordação das últimas 36 horas.
Quando um novo atentado contra a sua vida acontece dentro do hospital, Langdon se vê obrigado a fugir e, para isso, conta apenas com a ajuda da jovem médica Sienna Brooks.
De posse de um macabro objeto que Sienna encontrou no paletó de Langdon, os dois têm que seguir uma série inquietante de códigos criada por uma mente brilhante, obcecada tanto pelo fim do mundo quanto por uma das maiores obras-primas literárias de todos os tempos: A Divina Comédia, de Dante Alighieri.
Mais uma vez superando as expectativas, Dan Brown nos leva por uma viagem pela cultura, pela arte e pela literatura italianas – passando por lugares como a Galleria degli Uffizi, o Duomo de Florença e a Basílica de São Marcos.
Inferno é uma leitura eletrizante e um convite a pensarmos no papel da ciência para o futuro da humanidade

-Inferno-
.................................................................................................................................................................
Agora o próximo está em terceiro lugar na lista...;posso estar errada quanto a este-mas eu amei O caçador de Pipas;o livro anterior de Khaled Hosseini

Sinopse:
Dez anos depois do aclamado “O caçador de pipas”, o escritor afegão Khaled Hosseini volta à cena literária com “O silêncio das montanhas”. O romance traz como protagonistas os irmãos Pari e Abdullah, que moram em uma aldeia distante de Cabul, são órfãos de mãe e têm uma forte ligação desde pequenos. Assim como a fábula que abre o livro, as crianças são separadas, marcando o destino de vários personagens. Paralelamente à trama principal, Hosseini narra a história de diversas pessoas que, de alguma forma, se relacionam com os irmãos e sua família, sobre como cuidam uns dos outros e a forma como as escolhas que fazem ressoam através de gerações. Assim como em O caçador de pipas, o autor explora as maneiras como os membros sacrificam-se uns pelos outros, e muitas vezes são surpreendidos pelas ações de pessoas próximas nos momentos mais importantes. Segundo o próprio Hosseini, o novo título “fala não somente sobre a minha própria experiência como alguém que viveu no exílio, mas também sobre a experiência de pessoas que eu conheci, especialmente os refugiados que voltaram ao Afeganistão e sobre cujas vidas tentei falar tanto como escritor quanto como representante da Organização das Nações Unidas. Espero que os leitores consigam amar os personagens de “O silêncio das montanhas” tanto quanto eu os amo”. Seguindo os personagens, mediante suas escolhas e amores pelo mundo – de Cabul a Paris, de São Francisco à Grécia –, a história se expande, tornando-se emocionante, complexa e poderosa. É um livro sobre vidas partidas, inocências perdidas e sobre o amor em uma família que tenta se reencontrar. 

Categoria Ficção
-O Silêncio das Montanhas-
...............................................................................................................................................................
Sou louca pra ler o Diário de Anne Frank,tenho mania de atacar os sebos e ler um livro em sequência do outro e os lançamentos acabam ficando para depois.

Para quem não sabe, o “Diário de Anne Frank” é um livro clássico, um dos mais importantes do século XX. Anne foi uma adolescente judia alemã, vítima do holocausto, que morreu aos 15 anos de idade num campo de concentração. Ela ficou mundialmente famosa com a publicação póstuma de seu diário, no qual escrevia o que viveu durante o período em que sua família se escondeu da perseguição aos judeus.Leiam mais sobre ela e vejam fotos de seus diários originais diários neste link.

Biografia

..............................................................................................................................................................
O próximo,em oitavo lugar na lista. Na Cozinha com Nigella.-escrito por ela Nigella Lawson ,Gosto do programa dela que aqui no Brasil passa no Canal Gnt e adoro o seu  modo único e simples de cozinhar! Provavelmente gostarei do livro.

Gastronomia

...............................................................................................................................................................
Ah sei que nunca devemos escolher o livro pela capa e que esta as vezes só atrapalha ao invés de transmitir o conteúdo real do livro.Mas eu confesso que este é mais pela capa fofa :)
Gosto de cachorros e de biografias, de início a capa me conquistou,mas a sinopse me convida à ler,então vamos lá...,Os cães Nunca Deixam de Amar -Teresa J. Rhyne

Sinopse:
A emocionante história de uma advogada, seu cão adorável e um diagnóstico devastador!

Namorado novo, casa nova... Teresa Rhyne está tentando reestruturar a sua vida depois de dois casamentos fracassados. Porém, pouco tempo depois de ter adotado Seamus, um beagle totalmente incorrigível, os veterinários atestam que o cãozinho tem um tumor maligno e menos de um ano de vida. O diagnóstico deixa Teresa devastada, mas ela decide lutar e aprender tudo que está ao seu alcance sobre o melhor tratamento para Seamus. A bem-sucedida advogada não tinha como saber, naquele momento, que estava se preparando para o próximo grande obstáculo de sua vida: um diagnóstico de câncer de mama. 

Biografia


...................................................................................................................................................................

O próximo eu presumo que seja interessante! Sou patriota e é o momento pra se interessar mais pelas coisas do Brasil. Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil-escrito por Leandro Narloch.

Sinopse:
O jornalista Leandro Narloch levantou estudos recentes sobre a História do Brasil para reavaliar conceitos arraigados - o ideal do bom selvagem e o massacre da Guerra do Paraguai, por exemplo - e desconstruir mitos - alguns dos autores mais incensados da Língua Portuguesa, como Machado de Assis. O resultado de pesquisas de historiadores que não se renderam à educação tradicional à qual todos somos passados a ferro na escola surge no livro "Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil" num texto bem humorado e fluido que nos leva a refletir sobre os papéis de mocinho e bandido. Baseado em farta bibliografia, Narloch revê o Brasil e traz a luz histórias que poderiam ficar restritas às estantes especializadas das livrarias. O livro está dividido em nove capítulos: Índios, Negros, Escritores, Samba, Guerra do Paraguai, Aleijadinho, Acre, Santos Dumont e Comunistas. Sem negar as qualidades ou os erros que a História do país e alguns brasileiros acumularam ao longo de cinco séculos, Narloch propõe um olhar mais curioso e menos 
acomodado.
Por enquanto são esses.
Por hoje é isso!
Obrigada por passar por aqui;
Sucesso com as palavras.
Um Abraço!